quarta-feira, 3 de abril de 2013

De Moto Com Destino a Morrinhos

Havia previsto, no final de fevereiro, ir até Morrinhos, no 10° encontro de motociclistas. Fomos ano passado e gostamos, por ser um encontro bem organizado e frequentado por motociclistas civilizados...
.
Contudo, o mês de março foi de muita chuva e ameaçou a viagem até a véspera. Comentando com minha segunda filha sobre os riscos de viajar sozinho na chuva, ela perguntou: Pai, se você pretende viajar até Ushuaia, porque não vai aqui pertinho debaixo de chuva mesmo? Garota sábia... Decisão tomada, na mesma hora: Vou, mesmo que chova canivete...
.
O roteiro inicial seria passar por Unaí, Paracatú, Patos de Minas, Araxá, Uberaba, Uberlândia, almoço em Itumbiara, chegando ao destino no sábado, 16h.
.
Saímos nós três, às 7h30 da sexta-feira santa, 29/3, com destino a Cristalina, com a primeira alteração no que fora planejado: passei pela estrada do algodão (acesso na estrada para Unaí). Estrada boa, sem trânsito, muitas fazendas, com apenas uns 5km de asfalto ruim, mas que não obrigou reduzir a velocidade para menos de 80km/h. Embora tenha chovido a semana inteira, não choveu na saída. Tempo meio nublado o que fez com que a viagem fosse mais agradável, até Paracatú.

As vacas curiosas.
Olha alí o buraco na estrada. Pequeno
.
Passamos direto por Cristalina, às 9h10. Decidi que nunca mais faço esse trajeto pela BR-040. Paramos somente em Paracatu. Esvaziar a bexiga e encher o tanque... Conheci o motociclista Paulo Roberto, de Brasília, que estava viajando com a esposa, porém de carro. Trocamos os telefones pois também é estradeiro e gosta de uma viagem. Tempo de conversa: 40 minutos... Como motociclista conversa!!
.
Saímos de Paracatu com destino a Patos de Minas, onde chegamos às 13h. Estrada boa. Até agora, sem chuva! Liguei para meu amigo Eustáquio, da Mercedes-Benz, e ficamos por mais de 1h30 batendo um agradável papo no posto de gasolina onde abasteci.
Meu amigo Eustáquio e seu filho em Patos.
Estrada de Patos para Araxá. Maravilha esta nossa Minas Gerais.
.
Já eram quase 15h quando saímos de Patos com destino a Araxá. Gostaria de ter parado no Agnaldo das Pamonhas, mas pelo adiantado da hora, não deu. Perdi a oportunidade de saborear a melhor pamonha do Brasil. Estrada e tempo até aqui, show de bola!
.
Chegamos em Araxá por volta das 17h20, onde fomos direto para o hotel, que por sinal não recomendo para ninguém. Muito fraco. Veja a foto dele mais abaixo. À noite saímos para saborear um delicioso peixe no restaurante Costelão... Excelente (ou era a fome?).
Vista da Janela do hotel em Araxá. 
Casa antiga em Araxá. Comum em MG. 

O Hotel - deixou a desejar. 
.
No dia seguinte, levantei cedo e saímos para o nosso destino final: 10° encontro de Morrinhos. A ideia inicial, como disse, era passar por Uberaba, mas fomos obrigados a alterar novamente o planejado, devido ao que se prenunciava pelas nuvens carregadas: ir direto para Uberlândia. Na estrada, muito bonita e de asfalto bom, ela, a chuva, apareceu pela primeira vez. Fraca. Mas apareceu. Talvez avisando o que viria pela frente...
.
Chegamos em Itumbiara para almoçar, por volta de 14h30. Hotel Beira Mar, onde o meu amigo Antônio Celso dissera que o peixe de lá era tudo de bom. E não estava mentindo. Aliás, fica como sugestão para quem quiser fazer um bate-fica, saindo de Brasília.
.
Terminado o almoço, antes de sair, o temporal chegou. Pra valer. Por volta de 16h, tive que decidir: ou saia naquela chuva ou esperaria passar. Mas se não parasse de chover, teria que encarar a tempestade à noite, pois meu objetivo era chegar em Morrinhos naquele dia (sábado). E fui... Cerca de 20 minutos após, a chuva, como que por milagre, parou...Mas antes tive que enfrentar algumas poças d'água o que provocou o sumiço da buzina.
.
Chegamos em Morrinhos por volta de 17h30. Sem chuva. Me acomodei. Tomei um banho e tirei um cochilo. Acordei lá pelas 20h e ela estava lá fora. A chuva novamente. Resolvi que não iria no evento se estivesse chovendo. Afinal, não gosto muito desses eventos - sempre a mesma coisa...

.
A chuva só parou lá pelas 22h45. Fui ao evento somente às 23h, assisti um pouco do show do Biquini Cavadão, visitei as lojas, conversei com alguns motociclistas conhecidos e voltei para o hotel.
.
No domingo, saímos as 8h30 e chegamos em Brasília às 12h a tempo do almoço de páscoa com a família...
.
Essa viagem foi feita por nós três: Eu, Deus e minha moto Harley Electra...
.
Veja mais fotos, clicando aqui.





2 comentários:

  1. Viajar junto é bom, mas esses vôos solo são show de bola demais.

    Abç. Marcio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Viagem a três, como essa, a preocupação é muito menor, Márcio.

      Excluir

Se preferir, comente como ANÔNIMO. É a última opção na caixa abaixo [Comentar como]... Mas se identifique no final da mensagem, para que eu possa saber quem é... Se possível, coloque um e-mail. Obrigado.